Take a fresh look at your lifestyle.

Prefeitura de BH autoriza contratação de vigias para escolas municipais

A  Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Smed), autorizou que escolas municipais, que avaliem ser necessário, promovam a contratação de vigias. Este ano, 50 unidades já haviam sido autorizadas a fazer esse movimento. O processo de seleção desses profissionais demanda várias fases, como exames admissionais, entrevistas com candidatos, além de readequação de recursos para proceder a contratação. Dessa forma, a contratação pode variar de escola para escola, mas o objetivo da Smed é que as unidades que demandarem vigias tenham finalizado esse processo até o meio do ano.

A decisão de demitir todos os vigias foi tomada pela administração anterior e a nova gestão da Smed tem feito as readequações financeiras possíveis para promover não só a contratação de vigias, mas outras estratégias de segurança.

Além das novas contratações, as escolas municipais vão ser foco de ações de prevenção específicas para o próximo feriado. A Guarda Municipal também criou um sistema especial de patrulha para fins de semana e feriados, com intensificação da ronda em uma série de unidades.

Articulação com Guarda Municipal e comunidade

Esta semana, Secretaria Municipal de Educação e Guarda Municipal se reuniram para consolidar a criação da Rede de Proteção da Escola. Todos os diretores de escolas municipais receberam orientações sobre como proceder para consolidação da Rede.

Outra ação proposta na reunião com a Guarda foi a revisão dos equipamentos de segurança das escolas. Atualmente, todas as unidades contam com equipamento de segurança eletrônica e as direções foram orientadas a avaliar se o equipamento atual é eficiente, se a empresa que presta o serviço está adequada e se há demanda para colocação de outro tipo de aparelhagem.

Para auxiliar nesse processo, a Guarda Municipal está agendando visitas às escolas, mediante solicitação dos diretores e da Smed, para realizar uma análise de vulnerabilidade física. Nesse processo, os agentes da Guarda fazem, por exemplo, a verificação do sistema eletrônico instalado e observam se há algum ponto vulnerável da escola que exige intervenção, como colocação de uma grade, mudança de posicionamento dos sensores de presença, reparo em algum ponto frágil de um muro.

A  Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Smed), autorizou que escolas municipais, que avaliem ser necessário, promovam a contratação de vigias. Este ano, 50 unidades já haviam sido autorizadas a fazer esse movimento. O processo de seleção desses profissionais demanda várias fases, como exames admissionais, entrevistas com candidatos, além de readequação de recursos para proceder a contratação. Dessa forma, a contratação pode variar de escola para escola, mas o objetivo da Smed é que as unidades que demandarem vigias tenham finalizado esse processo até o meio do ano.

A decisão de demitir todos os vigias foi tomada pela administração anterior e a nova gestão da Smed tem feito as readequações financeiras possíveis para promover não só a contratação de vigias, mas outras estratégias de segurança.

Além das novas contratações, as escolas municipais vão ser foco de ações de prevenção específicas para o próximo feriado. A Guarda Municipal também criou um sistema especial de patrulha para fins de semana e feriados, com intensificação da ronda em uma série de unidades.

Fonte: Prefeitura Municipal de Belo Horizonte

Close