26 C
Belo Horizonte
sábado, 1 outubro 2022

O segredo de uma pele bonita

A pele é o maior órgão do...

O que seria o básico?

Muito se fala sobre quando ocorre aumento...

Você não é só o que você come

Assim como selecionamos os alimentos que vamos...
Portal Mais MinasColunasNutrição e AlimentaçãoHepatite: Quando o fígado responde aos mais diversos ataques

Hepatite: Quando o fígado responde aos mais diversos ataques

Franciele Santana
Franciele Santana
Nutricionista, natural de Ouro Preto/MG, e uma admiradora da arte da escrita, almejo proporcionar saúde compartilhando meus conhecimentos de modo a agregar melhorias na vida do maior número de pessoas possível.

Juntamente ao mês de maio inicia-se a campanha Maio amarelo/vermelho, propondo a conscientização sobre a Hepatite.

A hepatite consiste na inflamação do fígado, a qual pode ser causada por vírus ou pelo consumo excessivo de álcool ou medicamentos.

As hepatites virais são infecções ocasionadas por vírus, sendo as mais prevalentes as do tipo A, B,C,D e E, sendo que correspondem a cerca de 90% dos casos de hepatite. A fisiopatologia da doença fundamenta-se na resposta do fígado ao ataque viral.

As diferentes linhagens dos vírus possuem particularidades na forma de transmissão, infecção, manifestação clínica e tratamento. Por exemplo, as hepatites A e E são transmitidas por alimentos ou água contaminadas e pelo contato de pessoa pra pessoa. Já as hepatites B, C e D são transmitidas pelo sangue, fluídos e secreções.

A hepatite medicamentosa ocorre quando certos tipos de medicamentos lesam as células do fígado, devido ao uso irracional de medicamentos hepatotóxicos ou em decorrência de hipersensibilidade a alguma substância componente.

A hepatite alcoólica é causada pela ingestão de bebidas alcoólicas em quantidades excessivas e por tempo prolongado.

Ao longo do mês de maio detalharemos um pouco sobre as principais formas de hepatite e suas formas de prevenção e tratamento.

Leia também:

* Esse texto é um artigo de opinião do colunista e pode não representar a posição do portal Mais Minas sobre o assunto.

Você pode gostar também:

RECENTES

Veja também sobre: