DestaqueGoverno de MinasNotícias

Segurança Pública de Minas Gerais ameaça paralisação contra o pagamento parcelado do 13º salário

Grupos ligados a áreas de segurança pública do estado de Minas Gerais – policias Civil e Militar e Corpo de Bombeiros – se reúnem na manhã desta quarta-feira (30) para discutir estratégias contra o pagamento parcelado do 13º salário, em onze vezes, sempre no primeiro dia útil após o dia 20 de cada mês, anunciado pelo governador Romeu Zema.

Uma manifestação foi marcada para a próxima sexta-feira (1º), em frente à Assembleia Legislativa do estado.   A categoria não descarta paralisações pontuais, com a redução da escala de trabalho, ou “operação tartaruga”, conhecida estratégia de protesto em que os serviços são executados de formas mais leita.

Assim que o governo de Minas anunciou a escala de pagamento do 13º salário, a Associação dos Oficiais a Polícia Militar  e do Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Minas Gerais (AOPMBM) divulgou uma nota de repudio à medida em seu site.

Lamentavelmente, ontem (28), foi noticiado pelo Senhor Governador de Minas, Romeu Zema, que o 13 salário de 2018 será dividido em 11 parcelas para os servidores do Executivo. 

Essa notícia conseguiu piorar o que já era ruim. Como diz o ditado: ‘nada é tão ruim que não possa piora’.

Parece que a Governança não quer enxergar o caos que a medida acarreta. Famílias estão endividadas, com a renda comprometida, problemas de saúde dos servidores decorrentes desta situação e, a desmotivação começa dar sinais nos quarteis na prestação de segurança pública.”, diz trecho do texto assinado pelo coronel  Ailton Cirilo da Silva, presidente da associação.

Nota de desagrado publicada pela Associação da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (AOPMBM). Foto: Reprodução/AOPMBM)

O texto ainda questiona: “Será preciso a adoção de posturas radicais contundentes que comprometam o Estado de direito?”

Uma manifestação, incluindo outras categorias,  foi marcada para a próxima sexta-feira (1º), às 14h,  em frente à Assembleia Legislativa do estado, mesmo dia e horário em que os deputados estaduais eleitos tomam posse para o novo mandato.

Mostrar mais
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios