Conceição do Mato DentroNotícias

Mineradora Anglo American paralisa por 90 dias suas operações em Minas Gerais

Nesta terça-feira, a mineradora Anglo American publicou uma nota à imprensa informando que suas operações ficarão paralisadas aproximadamente por 60 dias em função dos processos de inspeção que precisam ser realizados.

O QUE HOUVE?

No site da mineradora, em outra nota oficial, a empresa explica os motivos que levaram à decisão de parar as atividades:

“No dia 12 de março de 2018, às 7h42 da manhã, a Anglo American identificou um problema no mineroduto que transporta sua produção de minério de ferro de Minas Gerais ao Rio de Janeiro, em um ponto na área rural de Santo Antônio do Grama (MG). Houve vazamento de cerca de 300 toneladas de polpa em um dos córregos da região. A polpa consiste em 70% de minério de ferro e 30% de água, sendo classificada pela NBR 10.004, da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), como resíduo não perigoso. Não houve vítimas em decorrência do ocorrido.

Do dia 12 ao dia 27 de março a operação do Minas-Rio foi suspensa. Na noite do dia 27 de março, a empresa iniciou a retomada das operações, com a autorização do Ibama (Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis), após conclusão da análise da documentação apresentada, que evidencia o cumprimento de uma série de ações de resposta ao incidente.

+ Siga o Mais Minas no Instagram

No dia 29 de março de 2018, por volta das 18h55, foi identificado outro vazamento no mineroduto, próximo à Estação de Bombas 2, também em Santo Antônio do Grama. A operação foi, então, imediatamente paralisada. Este vazamento, de 174 toneladas, durou aproximadamente cinco minutos e foi estancado logo em seguida. Não houve feridos. O material vazado atingiu o ribeirão Santo Antônio do Grama, o mesmo que havia sido envolvido no incidente do dia 12 de março. O abastecimento de água no município se manteve normalmente, por meio da adutora construída pela empresa, que capta água em outro ribeirão, o Salgado.”

Trabalhadores da Anglo American em férias coletivas

Na nota de hoje, a Anglo American publicou que vai dar férias coletivas para parte do pessoal que trabalha na mina, usina e planta de filtragem por 30 dias, a se iniciar em 17 de abril. Para o período subsequente, vai conversar com o sindicato e autoridades para definir as alternativas que sejam mais adequadas para seus empregados.

A Anglo American estima (até o momento) em R$ 60 milhões o custo total das ações de reparação e recuperação operacionais, econômicas e socioambientais decorrentes dos incidentes com o mineroduto em Santo Antônio do Grama (MG).

Ainda segundo à nota, o trabalho de limpeza do córrego Santo Antônio, que foi impactado, envolve cerca de 200 pessoas e as causas do vazamento serão investigadas pelo Instituto de Pesquisas Tecnológicas e a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

Mineração Caraíba abre 250 vagas

Deixe seu comentário

Mostrar mais
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar