Ultimate magazine theme for WordPress.

Veja 10 promessas do rap nacional para 2020

Todos os anos vemos o surgimento de novos artistas na música. Seja no rap, funk, rock, pop, pagode ou em qualquer outro estilo. Com o avanço da internet, ficou mais fácil para que jovens músicos consigam mostrar seus trabalhos para o mundo, mesmo que na maioria das vezes com poucos recursos. No rap nacional não poderia ser diferente. Ano após ano estamos vendo cada vez mais nomes promissores e a maioria atuando de forma independente, o que evidencia a força que a internet tem dado.

Por isso, selecionei 10 nomes do rap nacional que fizeram bonito em 2019 e que tem tudo pra estourar em 2020. Confira:

Fabin

Fabin
Crédito da foto: Vizuo Top Digital

Fabin é uma das principais promessas do rap nacional para 2020. Extremamente independente, o jovem apresenta uma característica que é muito comum em jovens artistas: a polivalência. Além de rimar, ele também produz a maioria de seus sons, sendo responsável também pela arte e clipe das músicas. Isso é algo recorrente no trabalho de artistas que começam sem muitos recursos. Mas Fabin tem colhido os frutos de seu trabalho duro. Lançada de forma acústica, a faixa “Seus Segredos” é seu principal sucesso até aqui e já tem 1 milhão de visualizações no YouTube. Além disso, recentemente gravou um feat com o produtor Ecologyk e o funkeiro MC Pedrinho.

Onnika 

O trap tem se mostrado um pouco mais receptivo às mulheres e Onnika é um dos nomes que tem feito esse jogo virar. Com um nome que faz referência à grande rapper Nick Minaj, principal símbolo feminino do rap na última década, a jovem tem trazido letras e músicas com estética com o que vemos no cenário norte-americano e que poucas mulheres faziam aqui no Brasil. Com um grande crescimento na carreira, Onnika ganhou a oportunidade de cantar no festival Cena 2K19, que trouxe o trapstar Quavo ao nosso país e levou milhares de pessoas ao Sambódromo do Anhembi, em São Paulo. O destaque que ela e artistas como Ebony e Vetorazzi vem ganhando mostra que 2020 será um grande ano para as mulheres do trap nacional.

Wiu

Veja 10 grandes promessas do rap nacional para o ano de 2020
Crédito da foto: Divulgação

Grande aposta de Matuê para compor o time da gravadora 30PRAUM em 2019, Wiu é um dos grandes nomes do trap para 2020. Na ativa desde 2017, o jovem de 17 anos lançava seus sons usando o nome Will/W$LL, vulgo que foi remodelado quando entrou na produtora. Mesmo bem novo, ele já ganhou destaque nessa época, principalmente com as faixas “Neon” e “Blue Drink”. Após um tempo em hiato, estreou na 30 com single “Sucrilhos”, que já atingiu a marca de 2 milhões de visualizações, os primeiros grandes números de sua carreira. Para marcar a nova fase, em outubro o público recebeu “Mantém”, o primeiro feat de Wiu com Matuê. Hit instantâneo, a música já tem 18 milhões de visualizações no YouTube e foi divulgada até pela Anitta. Polivalente, Wiu tem sido responsável por assinar a produção de todos os últimos lançamentos da gravadora, incluindo a tão popular “Kenny G”. A expectativa é que em 2019 vejamos seu primeiro grande hit solo.

Morenna

Veja 10 grandes promessas do rap nacional para o ano de 2020
Crédito da foto: Vitor Lisboa

Morenna conquista a todos com a calma e o sentimento que a sua voz traz. Membra do grupo Solveris, chamou junto de seus amigos a atenção do público com a música “CherryBlossom”, que compôs o volume 4 do projeto Coligações Expressivas, do consagrado produtor Dj Caique. Em 2019 começou a trabalhar mais em sua carreira solo, lançando o EP Blá Blá Blá, produzida pela Novo Egito, gravadora fundada pelos membros do grupo 3030. No finalzinho do ano passado, em dezembro, lançou o single “Ontem”, que contou com feat da também talentosíssima Alt Niss, e participou da faixa “Caribe”, de Músicas pra Tocar no Carro Vol.1, novo disco do rapper DaLua. Se mostrando dona de uma voz incrível e um talento raro, Morenna é uma das grandes promessas do R&B nacional.

JayA Luuck

JayA
Crédito da foto: Divulgação

Natural da Bahia, Jaya Luuck terminou 2019 completamente em alta. Um dos principais nomes das batalhas de MC’s do Brasil e acumulando milhões em músicas próprias e feats, o jovem vem trilhando o mesmo caminho que nomes como Dudu, Choice e César. Com ainda poucos trabalhos solos lançados, JayA acabou de soltar a faixa “Nemo” no canal da produtora Pineapple, a maior do Brasil. Além disso, deixou sua marca no clássico RapBox e ganhou reconhecimento do meia Gustavo Scarpa, do Palmeiras, que levou ele e outros MC’s de batalha para conhecer o estádio Allianz Parque. Mais um grande nome para o rap baiano, que nos últimos anos revelou nomes de sucesso como Baco Exu do Blues e Jovem Dex.

MD Chefe e DomLaike

Veja 10 grandes promessas do rap nacional para o ano de 2020
Crédito da foto: Alexandre Brady

Outro nome proveniente das batalhas é MD Chefe. Membro do coletivo Offlei Sounds, o jovem rapper carioca é parte da grande ascensão que o trap do Rio de Janeiro vem tendo. Gravando nas batidas de no melody, o antigo Madruguinha, como era chamado nos tempos de batalha e no início de sua carreira musical, tem ganhado destaque por conta principalmente por conta de sua voz. Em parceria com o popular NGC Daddy, lançou a faixa “Coisas Leves”, que chamou atenção pela união de dois nomes promissores do rap carioca e pelo clipe extremamente bem produzido por Sandiego Fernandes. 

Aliado à ele, quase sempre podemos ver DomLaike. Rapper e produtor, e também integrante do coletivo Offlei, o jovem tem formado uma grande dupla com MD. Nos últimos 4 meses lançaram juntos faixas como “MY HOUSE”, “Privacy”, “Artigo de Grife”, “Blue” e “Ano Novo R4 Freestyle”. Grande beatmaker, Dom é soberano na produção de no melodies, uma das principais vertentes do trap na atualidade. Com o crescimento e a popularização dessa cena no Rio de Janeiro, é natural que a dupla ganhe cada vez mais destaque. 

Ebony

Quem também é parte dessa grande ascensão do trap no Rio de Janeiro é a Ebony. Uma das primeiras MC’s a ganharem destaque nessa cena ainda bem fechada para as mulheres, a jovem de 19 anos tem escalado em direção ao topo do rap brasileiro. Sendo uma das grandes revelações de 2019, o Rio de Janeiro tem se tornado pequeno para a artista, que tem feito colaborações de amplitude cada vez mais nacionais. Participante do tão aguardado “Poetisas no Topo 2” e do hypado “Fresh Stars 2020”, ambos da Pineapple, Ebony também deixou sua marca na faixa “Confio”, do disco Padrim, do FBC, um dos grandes sucessos nacionais do ano passado. Muito mais próxima de uma realidade do que uma promessa, a rapper deve tomar a cena de assalto em 2020.

Yunk Vino

Vino
Crédito da foto: Divulgação

Autor da mixtape chamada OFF, Yunk Vino começou a ganhar destaque na cena depois no segundo semestre de 2019. Lançado em julho, o clipe do single “YSL” já conta com 1 milhão e meio de visualizações e é o principal sucesso solo do artista até aqui. No mês seguinte, em agosto, a faixa “Filho do Fim” veio para confirmar o destaque que o rapper vinha tendo. Porém, a grande oportunidade de Yunk veio mesmo em setembro, quando apareceu junto de Ebony, Sos, Meno Tody e Dudu na música “Freshstars 2020“, lançada pela Pineapple. Agora, o artista prepara o lançamento de uma nova mixtape, que deve trazer parcerias com grandes nomes do trap nacional.

Cristal

Para fechar a lista, outra mina extremamente talentosa. Verdadeira poetisa, Cristal é uma verdadeira quebra de esteriótipos. Vinda do Rio Grande do Sul, a jovem artista tem apenas duas músicas lançadas mas já tem roubado muitos holofotes para si. Seu último lançamento, a faixa “Ashley Banks”, ganhou reconhecimento de grandes nomes como Emicida, Djonga e Drik Barbosa.  Com um clipe extremamente produzido e feito inteiramente com referências ao seriado Um Maluco no Pedaço, a música já acumula 50 mil visualizações no YouTube e tem trazido novos fãs para a rapper. Um fator que tem contribuído para esse crescimento é a divulgação que ela recebeu por parte do Quadro em Branco, popular canal do YouTube que aborda rap como um de seus segmentos. Com carreira na poesia, Cristal já apareceu recitando seus versos no lendário programa Manos e Minas, um dos principais precursores da cultura hip-hop no país. Verdadeira pedra preciosa, a jovem tem um imenso potencial para se tornar uma das grandes referências líricas nacionais.

E você? Quais são os seus nomes favoritos da lista? Caso tenha alguma outra promessa do rap em que você acredite para esse ano, deixe nos comentários.

Veja também: Confira os principais lançamentos de discos no rap nacional, em novembro

Comentários do Facebook