Ultimate magazine theme for WordPress.

As principais lutas do UFC para 2021

O UFC tem promovido grandes lutas há anos e para 2021 já temos vários eventos que tem tudo para serem incríveis. Desde a tentativa de vingança de Conor McGregor, o enigma inquebrável chamado Amanda Nunes, a redenção de Kelvin Gastelum até a última tentativa por um título de Glover Teixeira. 2021 tem muito para oferecer aos fãs e vamos conferir tudo isso aqui. Também não poderíamos deixar de mencionar as casas de apostas. Desde que as apostas esportivas foram legalizadas no Brasil pelo Governo de Michel Temer, apostadores olham para o MMA com novos olhos. Algumas das lutas que vamos falar aqui já tem favoritos outras parecem difíceis de escolher, estamos falando de: 

  • Dustin Poirier x Conor McGregor 
  • Amanda Nunes x Julianna Peña 
  • Kelvin Gastelum x Jared Cannonier
  • Jan Blachowicz x Glover Teixeira 

Dustin Poirier x Conor McGregor 

A história desses dois é antiga. Em 2014, antes mesmo de Conor McGregor ganhar o primeiro título do UFC, os dois se enfrentaram. Na ocasião, Conor venceu a luta por nocaute no primeiro round, o que ajudou a aumentar sua fama de nocauteador. Em janeiro de 2021 os dois voltaram a se enfrentar. Dessa vez Conor era o lutador mais popular e bem pago da história do UFC, enquanto que Dustin Poirier era o ex-campeão interino da divisão. Mas há um detalhe interessante sobre esse combate, a aura de invencibilidade de Conor já havia desaparecido. McGregor já tinha perdido para Nate Diaz, Khabib Nurmagomedov e até para Floyd Mayweather em uma luta de boxe. Para a surpresa de alguns, Poirier conseguiu o nocaute no segundo round. 

Campanha Unimed

Agora nós temos a terceira luta marcada para julho. O próprio Dana White, presidente do UFC, declarou que Conor fez questão de marcar essa terceira luta. Especialistas, do calibre de Luiza Correia, você pode ler mais sobre ela aqui, afirmaram que Dustin é o favorito. Até o já aposentado Khabib Nurmagomedov disse que é Dustin quem será o próximo campeão. A única certeza é que temos a receita perfeita para uma grande luta. 

LEIA MAIS:  Sesc Minas inaugura trilhas de Mountain Bike em Ouro Preto e Belo Horizonte

Amanda Nunes x Julianna Peña 

A última vez que Amanda Nunes perdeu foi em 2014 contra Cat Zingano. De lá para cá ela já venceu 12 combates, se tornou campeã de duas divisões e até venceu a Valentina Shevchenko duas vezes. Esta última é considerada uma das melhores de todos os tempos. Por outro lado, Julianna Peña perdeu duas das suas últimas quatro lutas. É difícil de imaginar porque essa luta foi marcada, mas por um lado, podemos imaginar que a essa altura também é difícil para o UFC encontrar oponentes para Amanda Nunes.

Kelvin Gastelum x Jared Cannonier 

Em setembro de 2020 Paulo Borrachinha enfrentou o campeão peso médio Israel Adesanya. A performance do brasileiro foi desastrosa e ele acabou sendo nocauteado no segundo round. Mas os problemas para Borrachinha não ficam só no resultado dessa luta. Ele chegou a declarar que sua performance foi afetada devido ao fato de ter tomado vinho demais antes do combate. Essa declaração foi muito mal vista e o brasileiro se tornou motivo de piada. Como se não bastasse, Borrachinha chegou a criticar os valores pagos pelo UFC e recebeu uma resposta atravessada de Dana White que disse que ele não estava em posição de negociar. 

O brasileiro deveria lutar contra Jared Cannonier, mas por motivos ainda não muito claros acabou desistindo, Kelvin Gastelum aceitou substituir o mesmo. Este último é considerado um ótimo lutador, mas está vindo de uma sequência ruim. Do outro lado temos Jared Cannonier que estava caminhando para uma luta pelo título antes de ser derrotado por Robert Whittaker. Essa, de fato, é uma luta que faz sentido e tem tudo para ser excelente. 

LEIA MAIS:  Sesc Minas inaugura trilhas de Mountain Bike em Ouro Preto e Belo Horizonte

Jan Blachowicz x Glover Teixeira 

Jan Blachowicz já foi nocauteado pelo brasileiro Thiago Marreta e também já foi um campeão bastante questionável já que ele recebeu o título vago da divisão meio pesado após Jon Jones abandonar a categoria. Entretanto, as críticas diminuíram uma vez que Jan conseguiu vencer Israel Adesanya, lutador campeão do peso médio que subiu uma categoria para tentar segurar dois cinturões. Do outro lado temos Glover Teixeira, um brasileiro que é sinônimo de perseverança e resiliência. Estamos falando de um lutador que está no UFC desde 2012, sua estreia no MMA foi em 2002. Depois de cinco vitorias consecutivas ele recebe uma disputa pelo título. Todo fã de MMA tem motivos de sobra para torcer para Glover Teixeira, mas para os brasileiros, não faria mal algum um novo campeão.

Mixed Martial Arts, Sport, Kick, Shooto, Ring, Japan
Foto: Divulgação

O que as casas de apostas têm para dizer 

É hora de procurar casas de apostas bonus porque há muito dinheiro nesses combates. Entre Dustin Poirier e Conor McGregor, apesar de Dustin ter vencido a última, não há qualquer favorito. Entre Amanda Nunes e Julianna Peña, a brasileira é claramente a favorita, para não perder o costume. Já entre Jan Blachowicz e Glover Teixeira, o brasileiro é visto como a zebra pelos apostadores. 

Considerações finais 

2021 vai ser um ano incrível para os eventos de MMA. Esses eventos mencionados aqui foram apenas os que já estão confirmados. Há muito mais por vir. Temos Jon Jones que pretender lutar pelo título peso pesado, mas ainda não fechou um acordo. Temos o mais novo campeão Charles do Bronx que provavelmente vai defender seu cinturão ao menos uma vez ainda esse ano. E temos lutadores como Stipe Miočić, Max Holloway e muitos outros que provavelmente vão fazer super lutas ainda em 2021. Em um ano em que lendas como Anderson Silva saem de cena, o UFC continua capaz de programar grandes espetáculos.

LEIA MAIS:  Sesc Minas inaugura trilhas de Mountain Bike em Ouro Preto e Belo Horizonte

Inscreva-se para RECEBER diariamente uma lista com as nossas principais notícias. É GRATUITO!

Não enviamos spam! Leia nossa política de privacidade para mais detalhes.

COMENTÁRIOS