O que você procura?

Atlético recebe quantia e enxuga folha salarial em R$ 15 milhões com empréstimo de reservas

Três jogadores estão de saída do Galo, com os clubes pagando os salários dos atletas de forma integral.
Rômulo Soares 5 de janeiro de 2022 às 13:29
Tempo de leitura
3 min
Fotos: Pedro Souza/Atlético / Twitter/Atlético
Fotos: Pedro Souza/Atlético / Twitter/Atlético

Várias reformulações estão sendo feitas no elenco do Atlético para a próxima temporada. Três reservas da equipe multicampeã de 2021 estão de saída , por empréstimo. Os meias Alan Franco e Nathan já foram anunciados em seus novos clubes. O equatoriano vestirá a camisa do Charlotte FC, dos Estados Unidos, e o pescador seguirá no Fluminense em 2022. Outro meia que está perto de ser emprestado é Hyoran, que tem como principal postulante o Bragantino.

De acordo com o jornalista Heverton Guimarães, da TV Band, o Atlético receberá R$ 1 milhão pelo empréstimo de Nathan ao Fluminense, R$ 500 mil pelo de Hyoran ao Bragantino e 200 mil dólares (R$ 1.132.000) pela transferência de Alan Franco ao Charlotte FC. Todos os clubes pagarão os salários dos atletas de forma integral. Assim, o Galo enxuga R$ 15 milhões de sua folha salarial.


Apesar de ter sido importante em alguns momentos da temporada, como na virada histórica contra o Bahia, por 3 a 2, em que entrou no segundo tempo e deu duas assistências para os dois gols do Keno, o salário de Nathan está na casa dos R$ 400 mil. Para o futebol brasileiro, tal valor é visto como não convencional para um jogador que é reserva. Vale lembrar que o pescador chegou ao Atlético por empréstimo no meio de 2018 e foi comprado junto ao Chelsea em 2020, por 3 milhões de euros (quase R$ 20 milhões). Ele fez 39 jogos em 2021, marcou três gols e deu três assistências.

No caso de Hyoran, o Coritiba manifestou interesse de contratar o jogador por empréstimo, porém desistiu pelo alto salário. O presidente do Coxa, Juarez Moraes da Silva, disse que o meia ganha três vezes mais o que ganha o maior salário de um time que está saindo da Série B para a Série A. De acordo com o site “O Futeboleiro“, Hyoran recebe do Atlético de R$ 100 a R$ 150 mil por mês. Além disso, o Galo teve que desembolsar R$ 7,5 milhões para comprar os direitos econômicos do atleta de 28 anos. Ele fez 33 jogos em 2021, marcou três gols e deu três assistências.

Ainda segundo “O Futeboleiro“, Alan Franco possui um salário parecido com o de Hyoran no Atlético. Ele custou R$ 13 milhões aos cofres do Atlético e fez apenas 10 jogos em 2021.

Lucro com venda

O Atlético encaminhou a venda do zagueiro Junior Alonso para o Krasnodar, da Rússia. O negócio deve render cerca de 8,2 milhões de dólares aos cofres mineiros (cerca de R$ 46,7 milhões). “O Futeboleiro” aponta que o capitão recebe um salário de R$ 500 mil.

A venda caminha para ser a grande o grande negócio da janela de transferências do Galo. Titular da seleção paraguaia, Junior Alonso foi comprado pelo clube mineiro junto ao Boca Juniors em julho de 2020 por 3 milhões de euros (R$ 18 milhões, na cotação da época). Assim, o lucro com a negociação é de 155%.

No orçamento do Atlético, é previsto R$ 140 milhões em vendas de jogadores para 2022. A negociação com o futebol russo envolvendo Alonso será responsável por 32,8% da meta.

ATENÇÃO: Ao copiar uma matéria do Mais Minas, ou parte dela, não se esqueça de incluir o link para a notícia original.