O que você procura?
Renova banner


Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item
Story Item

Com grande aproveitamento no Brasileirão, Atlético tem equilíbrio de campeão

Com o melhor aproveitamento do Brasileirão (72%), o Atlético vem fazendo história em 2021, somando números equivalentes aos dos últimos campeões da competição.

Rômulo Soares 8 de novembro de 2021 às 11:57
Tempo de leitura
3 min
Foto: Pedro Souza / Atlético
Foto: Pedro Souza / Atlético

O Atlético venceu o clássico contra o América na tarde desse domingo, 7 de novembro, pelo placar mínimo, no Mineirão. O gol foi marcado pelo lateral-esquerdo Guilherme Arana, aos 17 minutos do segundo tempo. Com a vitória, o Galo continua líder do Campeonato Brasileiro, com 65 pontos e se aproxima ainda mais do título da competição, que não conquista há 50 anos.

Com um rendimento incrível, o Atlético, do técnico Cuca, vem fazendo história em 2021. O Galo tem o melhor aproveitamento do Campeonato Brasileiro (72%) e, além disso, é o primeiro como mandante na competição, líder dos dois turnos e time com a melhor defesa do Brasileirão.


Em seus domínios, o Atlético tem 89% de aproveitamento, no primeiro turno 74%, no segundo 70%, e tem uma média de 0,73 gols sofridos por partida. Além disso, o Galo é o terceiro melhor visitante, com 56% de aproveitamento, e tem o segundo melhor ataque, com uma média de 1,57 gols marcados por confronto.

De acordo com o Departamento de Matemática da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), o Atlético tem 95,5% de chance de conquistar o Campeonato Brasileiro.

O Atlético sofreu apenas 22 gols em 30 jogos do Brasileirão e marcou 47 tentos. O equilíbrio que o Galo mantém até aqui, faltando oito jogos para o fim da competição, é de um time campeão. Isso porque o Alvinegro depende apenas dele para levantar o caneco. Faltam oito jogos para o final do Campeonato Brasileiro, metade em casa e metade fora. Se o Alvinegro tiver um aproveitamento de 50% nessas rodadas finais, o Palmeiras terá que vencer todas as suas partidas e o Flamengo poderá perder apenas dois jogos para alcançar o atual líder.

Ainda sobre os números impressionantes que o Atlético vem conquistando neste Campeonato Brasileiro, o Galo venceu 12 partidas seguidas em casa na competição, igualando o recorde dos pontos corridos. O Atlético de 2016 e o Santos de 2015 também venceram 12.

Além disso, Cuca chegou a 40 vitórias neste ano pelo Atlético, mais do que em 2013 e 2013, quando também treinou o Alvinegro. Já se tornou frequente ver o treinador correr e pular aos finais dos jogos, comemorando as vitórias atleticanas.

Fazendo uma comparação com os recentes campeões brasileiros, o Flamengo, do técnico Jorge Jesus, foi campeão brasileiro com 78,9% de aproveitamento e 90 pontos conquistados. Já no Campeonato Brasileiro de 2020, o Rubro-Negro também conquistou o título, com 71 pontos e 62% de rendimento. Em 2018, o Palmeiras levantou o caneco com 70% de aproveitamento.

Portanto, todos os números do Atlético são equivalentes vencedores das últimas três edições do Campeonato Brasileiro. A próxima decisão atleticana será nesta quarta-feira, 10 de novembro, às 19h, no Mineirão, em jogo válido pela 31ª rodada do Brasileirão. Essa é a oportunidade do Galo chegar a marca inédita de 41 vitórias em apenas uma temporada.

ATENÇÃO: Ao copiar uma matéria do Mais Minas, ou parte dela, não se esqueça de incluir o link para a notícia original.