20.5 C
Belo Horizonte
quinta-feira, 29 setembro 2022

Ligeiro favoritismo do Cruzeiro dá esperança de virada

Cruzeiro e Fluminense se enfrentam no Mineirão...

Edu volta a fazer a diferença e se prova como única referência do Cruzeiro

Atacante saiu do banco para colaborar com a vitória azul
Portal Mais MinasFutebolCruzeiroNesta segunda (6), Cruzeiro inicia semana decisiva por montagem de elenco para 2020

Nesta segunda (6), Cruzeiro inicia semana decisiva por montagem de elenco para 2020

As férias dos jogadores cruzeirenses chegaram ao fim e, nesta segunda-feira (6), todos os atletas que possuem contrato vigente com a instituição terão de se reapresentar na Toca da Raposa II. A data marca o início das negociações para definir saídas ou permanências das peças do plantel azul. Na Série B, o Cruzeiro estipulou um teto salarial de R$ 150 mil, o que está muito longe da realidade atual de alguns ativos do clube.

Desde que assumiu, Pedro Lourenço, gestor de futebol da Raposa, estava aguardando o retorno dos jogadores para alavancar as tratativas para definir o elenco celeste de 2020. Na pauta da próxima semana, o principal foco é conseguir a redução dos vencimentos de alguns atletas, como Fábio e Léo, além de negociar as saídas de nomes com altos salários e sem clima para prosseguir no Cruzeiro.

Teto salarial e atual elenco

A nova cúpula celeste definiu o limite salarial para R$ 150 mil, uma diferente colossal para a política que vinha sendo praticada nos últimos anos pelo clube. A drástica mudança fez com que apenas 11 atletas estivessem abaixo do limite estipulado, sendo apenas 10 garantidos no elenco, já que Fabrício Bruno colocou o clube na justiça por atrasos salariais.

Segundo o setorista Samuel Venâncio, os jogadores dentro dos novos moldes são Vítor Eudes, Vinícius, Weverton, Edu, Cacá, Rafael Santos, Adriano, Éderson, Maurício e Vinícius Popó. Todos crias da base azul.

Alguns atletas que retornam de empréstimo também se enquadram no teto, mas possuem situações indefinidas.

Do elenco profissional, jogadores como Fábio, Henrique e Léo são alvos da diretoria para permanecerem na equipe, mas precisam reduzir seus vencimentos.

Saídas

Diversos nomes do plantel do Cruzeiro devem deixar o Cabuloso nos próximos dias, mas ainda necessitam resolver imbróglios salariais e contratuais com o clube.

Contudo, as situações mais adiantadas são as de Edílson e Dedé. O lateral, por sua vez, está próximo do retorno ao Grêmio, mas o pedido da Raposa para liberá-lo é que o camisa 2 perdoe dívidas do clube de ordenados anteriores. Enquanto isso, Dedé atrai interesse do Vasco e do time chinês Wuhan Zall. O Cruzeiro não deve dificultar a saída do atleta, mas deve buscar o melhor para as partes.

Outros nomes como, Thiago Neves e Fred também devem deixar o time. O camisa 10, apontado como grande vilão do rebaixamento azul, foi sondado pelos gigantes River Plate e Boca Juniors, da Argentina. Já Fred, tenta retornar ao Fluminense.

Nesta segunda (6), Cruzeiro inicia semana decisiva por montagem de elenco para 2020
Neves não continuará no Cruzeiro em 2020 – Créditos da foto: Vinnicius Silva/Cruzeiro

Dodô, Jadson, Pedro Rocha, Patrick Brey e Joel já se desligaram do clube.

Novo diretor

Para começar as negociações, o Cruzeiro busca um diretor executivo de futebol e tenta fechar com Alexandre Mattos, bicampeão brasileiro pelo clube e que pode fechar com o time estrelado nas próximas horas. A presença de um experiente cartola é importante para as tratativas da semana.

Nesta segunda (6), Cruzeiro inicia semana decisiva por montagem de elenco para 2020
Mattos está no mercado após deixar o Palmeiras – Créditos da foto: César Greco/Palmeiras

Futuro do Cruzeiro

As decisões tomadas nos dias que virão terão fortes consequências no ano do clube, pois afetarão diretamente no elenco que será montado para a disputa da  Série B.

Leia também: Vittorio Medioli deixa o cargo de CEO do Cruzeiro; entenda o caso

Você pode gostar também:

RECENTES

Veja também sobre: