Incêndios florestais aumentam 45% em comparação a 2018 em Minas Gerais

No estado de Minas Gerais, já foram confirmadas 11.960 ocorrências de incêndios em vegetação

PUBLICIDADE

O Corpo de Bombeiros divulgou na manhã deste sábado (14), dados comparativos dos incêndios florestais em Minas Gerais de 2018 e 2019. De janeiro a agosto deste ano, os incêndios aumentaram 44,95%, em comparação ao mesmo período do ano passado.

No estado, já foram confirmadas 11.960 ocorrências de incêndios em vegetação. Na região metropolitana de Belo Horizonte, as ocorrências de fogo aumentaram em 35,09%, também em comparação ao ano passado. Já na capital mineira, os incêndios florestais aumentaram 10,41%.

O Corpo de Bombeiros fez um alerta para que as pessoas tomem cuidado ao manejar fogos de artíficio, além de não jogarem pontas de cigarro nas ruas e estradas e não queimarem lixo próximo à vegetação. Além disso, não é recomendado usar fogo para limpar terrenos e pastagens.

Incêndios atingem vegetação em Belo Horizonte e outras regiões do país

O Brasil vive um ano com um gigantesco número de queimadas e incêndios florestais. Entre janeiro e agosto foram registrados 71.497 focos de queimadas por todo o Brasil. Mato Grosso é o estado com o maior número de ocorrências, contabilizando 13.641 pontos. O Parque Nacional Chapada dos Guimarães, em Mato Grosso, sofreu um incêndio que durou nove dias, tendo 11% da sua reserva florestal destruída.

Vale lembrar que a prática da queimada, seja em área rural ou urbana, é crime ambiental e infringe o artigo 54 da Lei do Meio Ambiente, com pena de reclusão de um a quatro anos e multa.

Leia a matéria na íntegra clicando aqui.

Deixe seu comentário
Participe gratuitamente do nosso grupo de notícias no Telegram -> ENTRAR.
você pode gostar também

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você continuar a navegar, vamos supor que você esteja bem com isso. Se você discorda, volta a navegar no site em outra oportunidade ACEITAR LER MAIS