Madeira na decoração – arquiteta indica como e quando usar o material

A arquiteta Paola Cimarelli Landgraf acredita que a madeira traz leveza e aconchego aos ambientes. Por conta disso, sempre que possível insere o material em seus projetos. Para tanto, utiliza o elemento de maneira consciente, escolhendo somente produtos com certificações de reflorestamento comprovadas.

PUBLICIDADE

Para ela, a madeira é atemporal e versátil, casa bem tanto em ambientes simples quanto nos mais requintados, porém a arquiteta não recomenda o material em ambientes úmidos ou em espaços com alta incidência solar (quando a entrada de sol é menor, é possível usar a madeira. Neste caso é aconselhável optar por cortinas ou persianas com filtro UV no local). É possível inserir o material também nos detalhes, como nos assoalhos, trazendo conforto ao local.

A arquiteta diz ainda que a tendência industrial e minimalista continua na arquitetura. Para a profissional, a madeira é ótima opção nesses estilos. Ela explica que a marcenaria aquece o ambiente mesmo quando é mesclado com metal ou pedras, presentes com frequência na decoração industrial. Ao optar por painéis e mobiliário destes materiais a dica está na escolha de uma boa mão de obra para a instalação, detalhe fundamental para garantir um bom resultado.

Para Paola, projetar peças sob medida ajudam no aproveitamento dos espaços. “Procuro escolher tamanhos modulares e soltos, facilitando a mudança da peça dentro da casa ou na hora da mudança. No caso da cozinha e área de serviço os armários são fixos e desenvolvidos conforme o tamanho do ambiente, dimensão dos equipamentos e necessidade do cliente.

Deixe seu comentário
Participe gratuitamente do nosso grupo de notícias no Telegram -> ENTRAR.
você pode gostar também

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Se você continuar a navegar, vamos supor que você esteja bem com isso. Se você discorda, volta a navegar no site em outra oportunidade ACEITAR LER MAIS