Ultimate magazine theme for WordPress.

Em Mariana, Comunidade da Figueira é premiada pelo Programa Valorizar

A Comunidade da Figueira foi premiada com o 1º lugar do Programa Valorizar, da empresa Vale. Como prêmio, a instituição recebeu o valor de R$ 28 mil, que será destinado para a manutenção da entidade. A cerimônia de entrega da premiação aconteceu na manhã da última quarta-feira (13), na Praça dos Ferroviários, em Ouro Preto. A chegada ao local dos participantes aconteceu de forma inusitada, através do Trem da Vale, e houve recepção com café da manhã e música ao vivo.

Ao todo, seis entidades foram reconhecidas pelo Programa Valorizar. A Comunidade da Figueira foi representada por sua coordenadora, Solange Ribeiro. Ela lembrou que a entidade é uma instituição totalmente filantrópica que presta diversos serviços para pessoas com deficiências (PcDs), entre eles: oficinas de músicas, artesanato, culinária, dança e recreação.

Atividades que estariam distante da realidade dos assistidos caso a Figueira não fosse uma realidade, além da oferta diária de alimentação, auxílio médico, psicológico e assistência social. “O prêmio vai amenizar a necessidade de bater de porta em porta para conseguir materiais e doações. Sempre corremos atrás com esperanças, mas com incertezas também. Porém hoje, com o prêmio, temos a segurança para marcar e dar continuidade às atividades que desenvolvemos aqui”, comemorou Solange.

É importante ressaltar que todos os produtos produzidos na Comunidade da Figueira e vendidos tem o valor arrecadado revertido para a própria entidade. Assim é necessário ter matéria prima de qualidade para oferecer aos atendidos. Dessa maneira, de acordo com a coordenadora, o valor da premiação também será utilizado para a compra de produtos como máquina de costura, freezer, forno, tintas, pincéis e armários com chave.

Programa Valorizar

O Programa Valorizar é uma iniciativa da mineradora Vale que tem o intuito de premiar, reconhecer e valorizar iniciativas sociais. O evento acontece desde 2013 e neste ano contemplou as cidades de Catas Altas, Mariana e Ouro Preto em duas categorias: Geração de Trabalho e Renda e Melhoria da Saúde e Qualidade de Vida das Comunidades.

Ao todo, mais de 30 instituições das cidades acima se inscreveram para participar, mas ao final, apenas seis em cada categoria foram contempladas. A Comunidade da Figueira concorreu no grupo de Melhoria da Saúde e Qualidade de Vida, ao lado de outras instituições da cidade, como: APAE, Casa Lar estrela e Capim Canela.

Veja também: Mascotes do Cruzeiro, Raposão e Raposinha visitam a Comunidade da Figueira

Comentários do Facebook