O retorno da Grêmio Recreativo Imperial de Ouro Preto mostra a força das escolas de samba no carnaval 2020


A Grêmio Recreativo Imperial de Ouro Preto é uma escola de samba de 46 anos de história. Com muita tradição e força, a agremiação luta a cada dia para manter toda sua beleza nos desfiles nos carnavais da cidade. Apesar de ter sido registrada em 17/9/1974, a Imperial foi criada em 10/3/1974 pela família do antigo prefeito municipal Genival Ramalho para representar os bairros do Pilar e Rosário.
Ela foi tricampeã do carnaval de Ouro Preto consecutivamente, em 1975, 1976 e 1977. E um fato curioso é que a escritora Zélia Trindade escreveu um samba enredo para a Imperial e se sagrou como a primeira mulher a escrever um samba em na cidade. 
Mesmo com muita história nos carnavais ouro-pretanos, a escola teve seus trabalhos interrompidos duas vezes, em 2006 e 2016. E agora a Imperial com a liderança de José Clemente Jesus de Paula, retorna às atividades para o carnaval deste ano.

Retorno

O retorno da Grêmio Recreativo Imperial de Ouro Preto no carnaval 2020
Crédito da foto: Grêmio Recreativo Imperial

Os membros da gestão passada da escola não quiseram dar continuidade nos trabalhos com a Imperial. Com isso, José Clemente, mais conhecido como Zezé, começou a confeccionar carros alegóricos e tocar com a escola Acadêmicos do São Cristóvão.
Em 2020, Zezé pensou “eu ajudo todo mundo, sabemos fazer tudo, vamos voltar com a nossa escola, que é a Imperial”. Com isso, eles reergueram com a escola do Pilar e Rosário, porém enfrentam muitas dificuldades para que o retorno da agremiação aconteça.
“Quando decidimos voltar com a Imperial, ela não tinha nem bandeira, então tivemos que começar ela do zero. Montamos com nossas mãos os carros alegóricos que irão sair no desfile, e contamos com ajuda para compor a bateria e irmos bem para a Praça Tiradentes. O pessoal do bloco “Possuído” lá da Vila, está ajudando, até emprestaram instrumentos para a gente. Existe também a parceria com o pessoal de Passagem de Mariana. Tem gente do Padre Faria e do Veloso. Então a expectativa é de fazer um trabalho bom para voltar bem e não parar mais com a escola”, comenta Zezé, presidente da Imperial.
Zezé conta que quando teve a ideia de voltar com a Grêmio Recreativo Imperial de Ouro Preto, houve apoio de todas as outras escolas, além de pessoas da comunidade.
“As escolas de samba de Ouro Preto são muito unidas. Porque o carnaval de Ouro Preto é desse povo que é daqui. O pessoal vai lá ver o desfile, o pessoal gosta. Depois todo mundo conversa no bar e tudo mais, aquela vibração de como foram os desfiles e tudo mais, é o maior barato”, conta Zezé.

Alternativas

Com o retorno da Imperial, novos caminhos são pensados para a consolidação da escola em Ouro Preto, mas não só durante o carnaval, como durante todo o ano.
“Para a gente voltar bem, pensamos em ter uma sede e ter tudo organizado, mas para isso precisaremos de um fundo. Por isso, nós estamos pensando em fazer uma festa junina para ver se arrecada alguma coisa. E também, montar uma bateria mirim, para termos membros desde pequenos e não deixar isso aqui morrer. Talvez pensar em oficina de carnaval no festival de inverno, enfim, são alternativas”, comenta Zezé.

Funcionamento

O retorno da Grêmio Recreativo Imperial de Ouro Preto no carnaval 2020
Crédito da foto: Grêmio Recreativo Imperial de Ouro Preto

Na Grêmio Recreativo Imperial de Ouro Preto, todo mundo faz de tudo um pouco. O presidente confecciona o carro, faz alegoria, além de cuidar da área administrativa da escola. Na agremiação dos bairros Pilar e Rosário, não há um carnavalesco para desenvolver o tema, é aberto para qualquer um poder sugerir uma ideia, que, posteriormente, é avaliada pelos membros da diretoria.
Em seus primórdios, os ensaios da Imperial eram em frente a Igreja do Rosário ou na Ponte Seca. Atualmente, com o retorno, os ensaios são feitos na quadra da Água Limpa.
O tema para o carnaval deste ano é surpresa, mas Zezé comenta que, mesmo retornando agora, não ficará fora da disputa. “Disputar com quem está aí já é difícil, mas ninguém entra para perder não”, disse o presidente.
Leia também: Aliança da Piedade, a entusiasta escola de samba do carnaval de Ouro Preto 2020

Comentários estão fechados.