Mais Minas entrevista Suely Xavier e Mestre Zé Eduardo, candidatos a prefeito e vice de Ouro Preto

A Professora Suely Xavier e o Professor e Mestre Zé Eduardo, candidatos a prefeita e vice à Prefeitura de Ouro Preto pelo Psol, concederam uma entrevista exclusiva para o Mais Minas na série de sabatinas promovidas pelo jornal digital.

Suely, que é professora da rede pública de Mariana, graduada em Serviço Social e Pedagogia, iniciou a entrevista falando sobre os investimentos públicos na área da Educação.

Nós tivemos pouco investimento na área da construção de espaços físicos de educação a nível local. Quando participei das conferências nacionais, um dos eixos que faziam parte dessa discussão era o financiamento para que os municípios pudessem utilizar esse dinheiro aprovado através do Governo Federal para reformar essas escolas, e ampliá-las, melhorando assim as condições físicas para os alunos. Outro elemento também que foi bastante interessante dentro dessas participações dessas duas conferências foi a discussão do currículo nacional que possibilitava a todos os alunos terem o acesso a uma educação de qualidade a nível nacional, modificando assim, de uma certa maneira, o currículo que nós tínhamos. Então, esse ajustamento desses itens era pra ter acontecido uma transformação neste ano, que foi atropelado pela Covid-19, no que diz respeito na mudança do currículo. A pandemia trouxe pra gente uma leitura do que a gente vê do serviço precarizado nas diferenças políticas públicas do nosso município. Nós vimos aí a fragilidade da educação, pois as salas super lotadas acabam por dificultar que as crianças possam retornar… A gente vê muitos prédios quebrados, abandonados, depredados, então precisa muito além do investimento dessa área, fazer com que as escolas possam trabalhar na valorização da preservação do patrimônio público.

Suely Xavier

O Professor e Mestre Zé Eduardo, graduado em História, foi diretor por 12 anos na Escola Estadual de Ouro Preto, conhecida como Polivalente. Ele comentou sobre a evasão escolar e propostas de intervenção que estimule os alunos a prosseguir nos estudos.

O querer é que traz a alegria de estar. Se o garoto não quer estar lá, ele não aprende, aí estimula o devaneio, todo tipo de desinteresse. Nos anos iniciais o pai leva, vai lá, e vai buscar. Quando a criança vai pro Ensino Fundamental ela começa a se empoderar também. E se ela não pegou um bom caminho, de dar a ela uma base, muitos trilham um caminho tortuoso, então esses a gente já perde, porque eles já não obedecem os pais.. e viram estatísticas… O projeto da Educação, pra gente não perder esses jovens, nós temos que fazer com que eles fiquem mais tempo na escola, em contato com boas coisas, que são agradáveis pra eles, mesmo que eles não tenham aquela disciplina no começo, porque ninguém dá o que não tem. Como eu posso pedir pra ele me dar educação se ele só conheceu na vida ignorância e exclusão… Tem que fazer com que ele fique lá, porque ele quer estar lá, porque aí ele se afasta dos locais que vai encaminhar ele pra uma outra situação de vida social.

Professor e Mestre Zé Eduardo

Durante a entrevista, Suely e Zé Eduardo responderam perguntas e apresentaram propostas saúde, cultural, meio ambiente, proteção animal e outras áreas, além de comentarem sobre o diálogo com a classe política, dentre outros temas relevantes.

Assista a íntegra da entrevista:

https://www.facebook.com/watch/?v=358926658682969

Se preferir, você pode apenas ouví-la:

Na segunda-feira (12), a entrevista foi com os candidatos Angelo Oswaldo e Regina Braga. Clique aqui para assisti-la.