Romeu Zema recebe medalha em cerimônia que prometeu extinguir

Por

O Governador de Minas Gerais, Romeu Zema, foi homenageado nessa quinta-feira (13) em Diamantina, com a medalha Juscelino Kubitschek. Apesar da premiação, o chefe do Executivo estadual havia prometido, no início do ano, extinguir o evento, para ter corte de gastos. Essa premiação teve custo de R$ 50 mil para os cofres públicos.

Em justificativa, Zema disse que as medalhas foram compradas pela administração anterior, de Fernando Pimentel (PT). Sendo assim, não teria comprado as medalhas JK.

Na última cerimônia, realizada no ano passado, o orçamento girou em torno de R$ 416 mil. A redução do custo do evento deste ano é por causa das parcerias com a prefeitura de Diamantina, aluguel de cadeiras, grades e imobiliárias.

Os membros do Conselho Permanente da Medalha JK são os responsáveis pelas indicações às homenagens da premiação. O conselho é composto por representantes da da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), do Tribunal de Justiça, da prefeitura de Diamantina, do governador estadual, da Casa de Juscelino, do Instituto JK e, também, de membros da família do ex-presidente.

Tags : , , , , ,

Postado em 13 de setembro de 2019

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.