Todo Alimento Funciona Para Algo, Mas Alguns Funcionam Mais Que Outros

Quais São e Para Que Servem Os Alimentos Funcionais?

Frequentemente ouve-se falar sobre alimentos funcionais e por isso surge a necessidade de esclarecer sobre do que se trata esse termo. Funcionais são os alimentos ou ingredientes que além das suas funções nutricionais básicas, são capazes de produzir  efeitos benéficos à saúde, podendo, inclusive reduzir o risco de doenças.

O consumo dos alimentos funcionais deve ser regular, como parte de uma alimentação equilibrada e saudável, pois a ingestão de um alimento isoladamente não é capaz de proporcionar os efeitos protetores desejados. É necessário um trabalho em conjunto no consumo alimentar, procurando ter uma alimentação rica em vegetais, frutas e cereais integrais que são as principais fontes de compostos funcionais e além de tudo deve-se evitar os alimentos prejudiciais à saúde como os industrializados e ricos em gordura, por exemplo; pois de nada adianta a ingestão de um alimento protetor se esta for feita concomitante ao consumo de um prejudicial.

Alguns dos principais compostos funcionais cientificamente comprovados, bem como sua atividade funcional e fonte alimentar estão listados no quadro abaixo.

Lista de Alguns Alimentos Funcionais e Seus Compostos:

Composto Atividade Funcional Fontes alimentares
Ácido α – linolênico  Auxilia na saúde do coração, estimula o sistema imunológico e tem ação anti-inflamatória. Óleos de linhaça, soja; nozes e amêndoas.
Ácidos graxos ômega-3 Reduz o colesterol LDL, tem ação anti-inflamatória; é de grande importância para a saúde cardiovascular. Sardinha, salmão, atum, anchova, arenque, etc.
Fibras solúveis e insolúveis Reduzem o risco de câncer de cólon e melhoram o funcionamento intestinal. As fibras solúveis podem ajudar no controle da glicemia e no tratamento da obesidade. Aveia, centeio, cevada, farelo de trigo, soja, feijão, ervilha, e hortaliças com talos e frutas com casca.
Flavonóides Auxiliam na saúde cardiovascular, ajudam a evitar o câncer e possuem ação anti-inflamatória. Soja, frutas cítricas, tomate, pimentão, alcachofra, cereja.
Indóis e Isotiocianatos Auxiliam na prevenção  contra o câncer, principalmente de mama Couve flor, repolho, brócolis, couve de Bruxelas, rabanete, mostarda.
Isoflavonas Reduz os sintomas da menopausa e evita o câncer Soja e derivados
Licopeno Possui ação antioxidante, reduz níveis de colesterol e o risco de certos tipos de câncer, principalmente o de próstata. Tomate e derivados, goiaba vermelha, pimentão vermelho, melancia.
Probióticos – Bífido bactérias e Lactobacilos Reduzem o risco de constipação e câncer de cólon. Leites fermentados e Iogurtes
Proteínas de soja Redução dos níveis de colesterol Soja e derivados
Sulfetos alílicos (alilsulfetos) Reduzem colesterol, pressão sanguínea, melhoram o sistema imunológico e reduzem risco de câncer gástrico. Alho e cebola
Tanino Antioxidante, antisséptico, vasoconstritor. Maçã, uva, maracujá,  caju, soja.

No caso dos alimentos industrializados comercializados como funcionais é imprescindível que se atente ao fato de serem comprovadamente eficazes e no caso dos alimentos in natura é importante que se dê preferencias aos orgânicos, a fim de se proteger da ingestão de compostos químicos potencialmente carcinogênicos, como alguns agrotóxicos, por exemplo.

Definitivamente, é essencial que a preocupação com a alimentação seja constante, buscando fazer as escolhas mais saudáveis, sem exageros ou restrições desnecessárias e, sobretudo, sem que se enalteça algum alimento ou composto, pois existem os alimentos funcionais que possuem maiores benefícios se comparados a outros, porém isso não os caracteriza como milagrosos. A proteção da saúde é feita por meio da junção de escolhas com hábitos saudáveis; não existe nenhum segredo além desse.

Franciele Santana - Nutrição e Alimentação

Leia Também:

DEIXE SEU COMENTÁRIO