Google Fonts

400: Too many fonts requested for Internet Explorer

Please request fewer web fonts for Internet Explorer or only the fonts which are used on this page. Older versions of Internet Explorer block and download ALL requested web fonts, whether they are used or not.

Requested (7) web fonts: Family{name=Open Sans, foundry=Google, namespace=api, version=v18} (style: normal, weight: 400),Family{name=Oswald, foundry=Google, namespace=api, version=v35} (style: normal, weight: 400, {wght=400.0}),Family{name=Raleway, foundry=Google, namespace=api, version=v18} (style: normal, weight: 400, {wght=400.0}),Family{name=Roboto, foundry=Google, namespace=api, version=v20} (style: normal, weight: 400),Family{name=Roboto Slab, foundry=Google, namespace=api, version=v12} (style: normal, weight: 400, {wght=400.0}),Family{name=Source Sans Pro, foundry=Google, namespace=api, version=v14} (style: normal, weight: 400),Family{name=Source Serif Pro, foundry=Google, namespace=api, version=v10} (style: normal, weight: 700)

For reference, see the Google Fonts API documentation.

Franciele Santana
Franciele Santana
Franciele Aparecida Santana é nutricionista graduada pela Universidade Federal de Ouro Preto e colunista de nutrição e alimentação no Mais Minas. Contato: [email protected]

A culpa é do Nitro

Quando se fala sobre alimentação coletiva logo surge algum questionamento sobre a utilização de um composto popularmente chamado de “nitro”. Esse questionamento por vezes dá lugar a um posicionamento irredutível de que na produção alimentícia em larga escala, como em bares e restaurantes, utiliza-se o nitro com o objetivo de conferir saciedade aos comensais, de modo que estes consumam menor quantidade de comida, mas se sintam satisfeitos, também é comum que se atribua a esse composto a responsabilidade pelo ganho de peso significativo após a adoção da rotina de comer fora de casa. 

O composto que chamam de nitro ou salitre nada mais é que nitrato de sódio ou potássio e é realmente usado na alimentação, porém na indústria alimentícia, com a função de realçar as propriedades organolépticas, tais como a cor e sabor, das carnes e embutidos (linguiça, salame, mortadela, presunto, entre outros), além de conservar e proteger contra a ação de micro-organismos, principalmente o Clostridium botulinum, que é a bactéria causadora do botulismo. O salitre não costuma ser usado em restaurantes, até mesmo pela questão de custos, visto que este é bem mais caro que o sal de cozinha (cloreto de sódio), além disso, a utilização dessa substância confere um forte sabor amargo à comida. 

+ O antigo dilema do preparo do arroz

O uso do salitre, como qualquer outra substância, pode causar danos à saúde caso seja feito em excesso, visto que existem pesquisas que indicam a associação do seu consumo excessivo com o risco de surgimento de câncer gástrico, efeitos nocivos à corrente sanguínea e até anomalia fetal. Além disso, devido aos seus altos níveis de sódio pode causar hipertensão em pessoas predispostas. 

Como no Brasil o salitre é muito utilizado em embutidos, recomenda-se que o consumo excessivo desses produtos seja evitado, até mesmo porque a maioria deles, além do salitre também tem gordura e outras substâncias que devem ser evitadas. 

Provavelmente as causas da sensação de estufamento, ou mesmo do ganho de peso observado posteriormente ao hábito de comer em certos restaurantes, estão relacionadas à quantidade de comida e a rapidez com a qual ela é ingerida, e não à presença do famigerado “nitro”. É comum também que no cardápio de restaurantes, sobretudo daqueles voltados para alimentação do trabalhador, sejam incluídos alimentos gordurosos como frituras, carnes gordas, azeite, etc., o que contribui para a sensação de saciedade; além disso, nesses casos é comum o consumo de líquidos durante as refeições, retardando, assim o processo de digestão. 

A disseminação de fake news no ramo da nutrição é recorrente e perigoso, pois informações inverídicas ao serem compartilhadas ganham força e conquistam uma falsa “credibilidade”. É importante estamos atentos às informações que recebemos para prontamente irmos à busca de evidências e assim evitar que mitos, como o uso do “nitro” na alimentação coletiva, sejam popularizados. 

Leia mais

Jejum antes de exames laboratoriais: qual o fundamento?

A realização de exames laboratoriais é uma prática comum e de suma importância para o diagnóstico nutricional, mas que sempre gera dúvidas quanto à...

Você realmente se previne de consumir um alimento fora da regularidade?

Muito se fala sobre as polêmicas fraudes no leite que ocasionalmente são noticiadas e justificadamente causam receio à toda população.    O leite é um alimento...

Leite pasteurizado e leite UHT: você sabe a diferença?

Alguma vez você já se perguntou qual a diferença entre aquele leite do sachê e o leite da caixinha que são encontrados no mercado? Há quem...

Artigos Relacionados

Gente que come e não engorda

Todo mundo tem aquele amigo que vira assunto nas confraternizações por ser a pessoa que come “muito” e tem um corpo magro. Não é bruxaria!...

Existe hora pra comer?

A premissa de que devemos nos alimentar a cada três horas é uma das mais conhecidas no que diz respeito a hábitos alimentares saudáveis.   A ideia...

Muito além do gostar! A vontade de doces pode ser um vício

Certamente você já ouviu falar sobre pessoas viciadas em doces. O vício é definido como uma doença crônica com recaídas; caracterizado por um padrão...

Sabe aquela vontade de comer um docinho?

Quantas vezes você já ouviu alguém dizer que após o almoço ou jantar sente vontade de comer doce? Acredite! Essa não é apenas uma...