O que você procura?


Pra receitas boas nunca faltam donos

Mesmo com tantas contradições a respeito do país “descobridor” das batatas fritas, o que se pode afirmar é que este é um importante prato da culinária e cultura de diversos países.

Franciele Santana 21 de julho de 2021 às 17:12
Tempo de leitura
3 min
Foto: Biblioteca de Imagens do Canva
Foto: Biblioteca de Imagens do Canva

Não há dúvidas de que a batata frita é um quitute famoso no mundo todo, no entanto existem contradições a respeito de quem teria inventado esse tão consagrado prato.

Os belgas afirmam que as batatas fritas foram originadas em seu país, visto que de acordo com a lenda, os camponeses que moravam ao longo do rio Meuse tradicionalmente comiam peixe frito, pescados na região, porém, quando em um inverno rigoroso, o rio foi congelado, impossibilitando que a maioria das famílias conseguisse pescar, passou-se a adotar o hábito de usar batatas fritas em óleo nas refeições. Essas batatas eram cortadas longitudinalmente o que conferia a elas um aspecto parecido com os pequenos peixes.

Durante a Primeira Guerra Mundial, tal prato foi descoberto por soldados americanos na Bélgica e, como a língua dominante do exército da Bélgica é o francês, esses americanos apelidaram o novo achado de “french fries”, ou seja, batatas fritas francesas.

LEIA TAMBÉM:  O famigerado borborigmo

Outra teoria diz que o termo refere-se, na verdade, ao modo como este prato é preparado. Quando o alimento é cortado em tiras longas e finas para cozinhar, diz-se que ele é “frenched”. Esse corte também é conhecido como julienne. Devido ao fato de que as batatas (potatoes) eram cortadas em tiras (frenched) e fritas (fried) , elas tornaram-se conhecidas como “French Fries Potatoes” ou “French Fries”

Por outro lado, os franceses afirmam que as batatas fritas já eram vendidas na década de 1780 por comerciantes na Pont Neuf, a ponte mais antiga de Paris, a qual atravessa o rio Sena. O que se sabe com certeza é que existe um livro publicado em 1755 com várias receitas com batatas fritas, o qual foi intitulado “Les soupers de la cour”, e escrito por Menon. Nessa publicação as batatas fritas eram simplesmente referidas como “pommes frites” ou “frites”.

LEIA TAMBÉM:  E tudo acaba em pizza

Algumas pesquisas apontam que foram os espanhóis, os primeiros europeus que tiveram contato com a batata sul-americana. Batatas essas que foram citadas pela primeira vez no livro de memórias e experiências de Pedro Cieza de Leon, que era um jovem historiador espanhol, famoso por estudar e desbravar as histórias do Peru e do povo Inca.

No ano de 1553, em seu livro, Pedro descreveu a batata como uma espécie de noz da terra. As batatas foram levadas para a Espanha e pesquisadores acreditam que elas foram servidas fritas, já que na época, fritar alimentos em óleo era uma tradição da culinária espanhola.

Na Espanha as batatas fritas eram servidas como acompanhamento de pratos de peixes, enquanto na França, as fritas normalmente acompanham as carnes. Já os belgas geralmente as comem sozinhas, com bastante molho.

LEIA TAMBÉM:  Feijão ou fuzil?

Mesmo com tantas contradições a respeito do país “descobridor” das batatas fritas, o que se pode afirmar é que este é um importante prato da culinária e cultura de diversos países, que já fez fama mundialmente independente de qual a história oficial de origem.

* Esse texto é um artigo de opinião do colunista e pode não representar à posição do portal Mais Minas sobre o assunto.

Última atualização em 7 de setembro de 2021 às 17:18