Cruzeiro: Como joga o time de Nicolás Larcamón?

Por Davi Guimarães
0 comment

Contratado no fim de 2023 após a disputa do Mundial de Clubes pelo León, Larcamón chega ao Cruzeiro com muita expectativa e também incertezas, principalmente quanto ao seu estilo de jogo e o modo de distribuir os jogadores dentro de campo.

Como joga o time de Nicolás Larcamón?
Entenda os pilares táticos do novo técnico do Cruzeiro. Foto: León / Twitter / Reprodução
Larcamón chegou em Belo Horizonte no final da manhã desta quarta-feira (3). Foto: Twitter / Reprodução

Por esse motivo, o Mais Minas preparou um pequeno resumo sobre os pilares táticos do novo treinador celeste. Para realizar essa análise, observamos os jogos do treinador quando ainda comandava o Puebla (entre 2020 e 2021) e o León, seu último clube.

Versatilidade

Nico costuma prezar por jogadores versáteis dentro do elenco, ou seja, que atuam em mais de uma posição dentro do campo. No Cruzeiro, podemos notar alguns jogadores que apresentam essas características, principalmente os que atuam no lado direito do campo.

William, enquanto jogava no Wolfsburg atuou por muito tempo como lateral- esquerdo, e em alguns momentos participava do jogo como um homem de meio-campo, um segundo volante que escapa muito bem pelas laterais e ajuda na construção das jogadas ainda na fase defensiva.

Pelos gols de William com a camisa do Wolfsburg é possível observar a versatilidade do jogador. Em alguns momentos, o atleta aparece pelos lados do campo. Em outras oportunidades o lateral atua mais centralizado, chegando como um “meia que pisa na área”, um autêntico ‘camisa 8’.

Outro nome muito versátil no elenco celeste é Matheus Pereira. Podendo atuar como meia aberto, tanto pelo lado direito quanto pelo esquerdo, como na época em que vestiu a camisa do West Bromwich ou centralizado, quando atuava pelo Sporting. Matheus também tem qualidade para atuar como segundo volante, fazendo um papel que hoje é exercido por Lucas Silva, ajudando na construção de jogadas ainda no primeiro terço do campo.

Retomando o ritmo de jogo, Matheus Pereira terminou a temporada 2023 em alta. A tendência é que o atleta mantenha o bom desempenho no inicio do ano, principalmente após realizar a pré-temporada completa junto com o grupo.
Foto: Staff Images / Cruzeiro / Flickr

No Puebla, podíamos perceber claramente a opção de jogadores versáteis quando Larcamón escalava o volante mexicano Diego De Buen como um terceiro zagueiro na linha defensiva, ou até mesmo quando optava por utilizar o ponta-esquerda uruguaio Maxi Araújo como um terceiro homem de meio campo ou até mesmo como lateral-esquerdo, para participar com mais frequência nas transições ofensivas.

Gegenpressing

Muito identificado com o estilo de jogo do Liverpool, um dos principais pilares do técnico alemão Jürgen Klopp é a marcação alta e a pressão pós-perda. Nico Larcamón utiliza, de certa forma, muitos pilares desse estilo de jogo para organizar seus times.

Pela semifinal da Concachampions 2023, já comandando o León, a pressão pós-perda foi fundamental nesse lance e possibilitou a equipe de Larcamón a abrir o placar no primeiro jogo da semifinal. Confira o vídeo abaixo. Foto: CONCACAF / Captura de Tela

A marcação alta permite que a equipe, ainda na fase ofensiva possa retomar o controle da bola no campo adversário, facilitando o trabalho dos centroavantes, que retomando a bola em uma zona mais próximo ao gol, acabam encontrando a defesa adversária desorganizada, oferecendo vantagem numérica e facilitando a finalização.

Após perder o domínio da bola, o atacante do León recuperou a bola da defesa do Tigres rapidamente e abriu o placar.

Os últimos treinadores estrangeiros do Cruzeiro, Paulo Pezzolano e Pepa, também utilizaram muito a linha alta de marcação para roubar a bola. Não será nenhuma novidade para os atletas do elenco trabalhar com esse estilo de marcação.

Jogo Aéreo e Inversões

Outra característica importante no estilo de jogo de Larcamón, principalmente quando ainda comandava o Puebla, são as constantes inversões de jogo e a presença de muitos atletas na área para forçar o jogo aéreo.

Em uma trama ofensiva na partida contra o Atlas, o Puebla utilizou muito o jogo aéreo para criar chances de perigo. Após belo lançamento e com 5 jogadores dentro da área adversário a equipe de Nico criou uma boa chance de marcar. Foto: Liga MX / Captura de Tela

Apesar de ser um estilo de jogo muitas vezes criticado no Brasil, ele não é feito de maneira desordenada. Nico sempre busca a superioridade numérica na fase ofensiva para utilizar essas jogadas, gerando espaço para facilitar a vida dos homens de referência na área.

Nessa jogada de perigo entre Puebla x Atlas pelas quartas de final do Campeonato Mexicano de 2021, é possível observar como o Puebla de Larcamón utilizava as transições rápidas pelo alto para criar jogadas de perigo.

Por esse motivo, o Cruzeiro vem trabalhando pesado na busca por “Camisas 9”, mesmo com Dinenno e Rafa Silva no elenco.

Qual o esquema tático preferido de Nico?

Depois de ressaltar os principais pilares do estilo de jogo de Larcamón, agora é o momento de falar um pouco sobre a forma que o argentino gosta de distribuir os atletas no campo. De modo geral, os esquemas mais utilizados pelo treinador em sua passagem pelo México foi o 3-5-2, 4-2-3-1 e o 4-4-2, sempre focado nesses pilares.

No Cruzeiro, a tendência é que Larcamón utilize a primeira fase do Campeonato Mineiro para realizar testes e conhecer o elenco de forma mais profunda, mantendo o esqueleto tático da equipe de Paulo Autuori e Fernando Seabra para no futuro, realizar mudanças e, aos poucos, implementar sua ideia de jogo.

Nomes fundamentais no esquema de Larcamón no Cruzeiro

Pensando em qualidade técnica e material humano, os principais nomes desse Cruzeiro de Larcamón devem continuar sendo Matheus Pereira, Lucas Silva e agora, Gabriel Verón.

Lucas Silva deve ser um pilar técnico da equipe de Nicolás Larcamón. Foto: Staff Images / Cruzeiro / Flickr

Taticamente, destacamos William e Marlon, como válvulas de escape do sistema defensivo e peças importantes na construção das jogadas na fase defensiva.

Destaques da última temporada, William e Marlon devem desempenhar um papel tático importante em 2024. Foto: Gustavo Aleixo / Cruzeiro / Flickr

No meio-campo, Lucas Romero deve desempenhar, novamente, um papel importante no esquema tático de Larcamón, oferecendo agressividade no combate e também qualidade no elo entre defesa e ataque.

Sob comando do compatriota, Lucas Romero foi peça fundamental na conquista da ConcaChampions, dando sustentação ao setor defensivo e com qualidade no passe para construir as jogadas no meio-campo.

Agora em Belo Horizonte, a tendência é que Larcamón e Pedro Martins possam intensificar a busca por reforços para 2024. O Cruzeiro dará inicio à Pré-Temporada na próxima segunda (8), e a partir daí poderemos falar com mais propriedade sobre o futuro da equipe celeste nas mãos do jovem treinador argentino de 39 anos.

Deixe um comentário

* Ao utilizar este formulário você concorda com o armazenamento e tratamento de seus dados por este site.

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você concorda com isso, mas você pode cancelar se desejar. aceitar LER MAIS