Mais Minas
Portal de notícias de Minas Gerais

Especial Campeonato Mineiro 2020: Coimbra, o “clube/empresa” de Contagem

Atual campeão do Módulo II, time do banco BMG fará sua estreia na elite mineira

Nesta próxima semana se iniciará o Campeonato Mineiro de 2020 – Módulo I. Esta será a 106ª edição daquele que é um dos mais tradicionais estaduais do país. E para começar a temporada nas Minas Gerais, o Mais Minas preparou uma série de matérias especiais sobre os clubes que disputarão a divisão principal do torneio. Depois de Tupynambás, Boa Esporte, Tombense, Caldense, URT e Uberlândia, agora é a vez de conhecer o Coimbra Sports,  moderno time sediado em Contagem que aposta no modelo “clube/empresa” para se organizar fora de campo e colher bons frutos dentro dele.

O Coimbra é, sem dúvidas, um dos mais curiosos clubes que irão disputar a edição 2020 do Campeonato Mineiro. E as peculiaridades já começam pela sua idade. O clube foi fundado em 5 de janeiro de 1986, tendo hoje, portanto, 34 anos de idade. Mas há quem considere o time ainda mais jovem, pois durante anos, mais especificamente até 2009, o Coimbra foi um clube amador, tendo se profissionalizado somente há 11 anos atras. Ou seja, a equipe de Contagem pode ser considerada já “adulta” e também uma “pré-adolescente” nos gramados mineiros.

Outra curiosidade a respeito do Coimbra é a origem do seu nome, que foi uma homenagem a Arthur Antunes Coimbra, o Zico, lenda do Flamengo e do futebol brasileiro. Mais um fato peculiar na história da “Laranja Mecânica”, como é carinhosamente conhecido o clube, em referência a suas cores, é que ele é um time nômade. Para existir, antes de se firmar na cidade de Contagem, a equipe passou por Uberlândia, Nova Lima e Belo Horizonte.

Especial Campeonato Mineiro 2020: Coimbra, o "clube/empresa" de Contagem
Coimbra foi campeão do Módulo II do Campeonato Mineiro em 2019 – Crédito da foto: João Guilherme/Agencia i7

Clube empresa

O Coimbra é gerido na forma de “clube/empresa”, modelo de gestão moderno no qual o clube é administrado como tal, e também é conhecido por muitos como “time de empresário”. Isso se dá pela parceria do clube com instituições como o Banco BMG e com agentes de jogadores que usam o clube para registrar atletas, posteriormente emprestando-os. Esse modelo é parecido com o utilizado por outro time do futebol mineiro, a Tombense.

Para se ter ideia, em 2014, o Coimbra, que no momento jogava a terceira divisão do Campeonato Mineiro, possuía maior valor em atletas do que Flamengo e Palmeiras, dois grandes da Série A do Brasileiro. Só que nenhum destes jogadores atuava pelo time de Contagem. Na época, o total investido pelo Coimbra em jogadores, contratados ou revelados no clube, era de R$ 62,4 milhões, contra R$ 36,5 milhões do Flamengo e R$ 41 milhões, do Palmeiras. O Corinthians, equipe com o elenco mais caro naquela época, contabilizava R$ 84,7 milhões.

Com uma administração que visa a organização financeira do clube e o investimento nas categorias de base, afinal, como “clube/empresa” a ideia é formar bons jovens jogadores que se converterão em lucro com vendas futuras, o clube desponta, após anos nas divisões inferiores, como uma possível surpresa nesse Campeonato Mineiro. O aporte financeiro de instituições como o BMG também permitem que o clube mantenha boa estrutura de trabalho, tendo a equipe um novo e moderno centro de treinamento, na cidade de Contagem.

Centro de treinamento

Após se profissionalizar, em 2009, o Coimbra voltaria a dar um grande passo em direção ao seu crescimento em 2016, quando anunciou a construção de seu centro de treinamento, no bairro Sapucaias II, em Contagem. Em 2017 foi inaugurado o “Centro de Treinamento Flávio Pentagna Guimarães”, que colocou o time de vez entre as potenciais forças do futebol mineiro.

Especial Campeonato Mineiro 2020: Coimbra, o "clube/empresa" de Contagem
Vista aérea do Centro de Treinamento do Coimbra, em Contagem – Crédito da foto: Coimbra/Reprodução

Trabalho com jovens

A exemplo de outro clubes que trabalham no mesmo modelo, o Coimbra investe em suas categorias de base e na prospecção de promessas para se solidificar como um time formador de jogadores e, posteriormente, lucrar com suas vendas. E o modelo vem dando certo. No meio do ano passado, o time de Contagem vendeu o zagueiro Igor Gomes ao Barcelona, quando este tinha apenas 18 anos.

Segundo o jornal espanhol “Mundo Deportivo”, o Barça pagou ao Coimbra 350 mil euros (cerca de R$ 1,47 milhão). Igor não foi revelado no time mineiro, tendo se destacado anteriormente no Volta Redonda-RJ, mas chamou a atenção da “Laranja Mecânica”, que o adquiriu.

Barça
Igor Gomes em sua apresentação no Barcelona – crédito da foto: FC Barcelona/Reprodução

Conquistas recentes

Fundado em 1986, clube empresa desde 2006, time profissional a partir de 2009, CT próprio no ano de 2017 e na elite do futebol mineiro em 2020. O Coimbra tem vivido grande ascensão nos últimos anos e seu ambicioso projeto visa voos ainda maiores. Nos últimos dois anos o time levantou troféus, os primeiros de sua história, tendo conquistado o Campeonato Mineiro – Segunda Divisão, que equivale a “terceirona” do mineiro, em 2018 e o Campeonato Mineiro – Módulo II, a segunda divisão estadual, em 2019.

Muito do sucesso do Coimbra também passa pelas mãos de Diogo Giacomini, treinador que já trabalhou no Atlético, chegando inclusive a comandar interinamente a equipe profissional do Galo. O técnico, que assumiu o time em 2018, participou das duas campanhas que renderam títulos ao time de Contagem.

Estádio

O Coimbra manda seus jogos, atualmente, na Arena Independência, estádio de propriedade do América. A escolha pelo “Horto” se dá por questões técnicas, já que os atletas da “Laranja Mecânica” estão acostumados a treinar em gramados de boa qualidade.

Destaques para 2020

O Coimbra mantém boa ligação com o Atlético, com o qual, além do patrocinador master, dividem a utilização de material humano. E para 2020, dois dos principais jogadores contratados pelo time de Contagem para a disputa do Campeonato Mineiro, vêm do Galo: o goleiro Uilson e o lateral Alex Silva.

Uilson, uma das grandes revelações do Atlético nos últimos anos, foi campeão olímpico com a Seleção Brasileira em 2016 e eleito o melhor jogador da Flórida Cup, de 2017, jogando pelo Galo. Mas o goleiro, que parecia ter um futuro muito promissor, acabou prejudicado pelas lesões e perdendo espaço no elenco alvinegro. Agora, no Coimbra, terá a oportunidade de dar a volta por cima na carreira.

uilson
Goleiro Uilson é medalhista de ouro olímpico – Crédito da foto: Henrique Chendes/Coimbra Sports

Outro jogador a se observar é Alex Silva, revelação atleticana que participou, inclusive, da conquista da Copa do Brasil de 2014. O lateral foi outro que surgiu trazendo grandes expectativas mas que não conseguiu cumprir o que se esperava dele, tendo passado as ultimas temporadas emprestado.

E se tem dois destaques revelados no Atlético, o Coimbra também contratou um jogador saído da base do Cruzeiro. O atacante Thiaguinho, hoje com 28 anos, surgiu como uma das grandes esperanças da Raposa mas não conseguiu cumprir as expectativas e rodou por empréstimo até chegar ao time de Contagem. O jogador foi artilheiro e melhor jogador do Campeonato Brasileiro de Futebol Sub-20 de 2010, mas, ainda assim, jamais recebeu oportunidades no clube celeste.

Especial Campeonato Mineiro 2020: Coimbra, o "clube/empresa" de Contagem
Thiaguinho era tido como grande promessa na base do Cruzeiro, mas não vingou – Crédito da foto: Henrique Chendes/Coimbra Sports

Elenco

Goleiros: Alexsander, Uilson, Glaycon.

Laterais-direito: Alex Silva, Igor Formiga e Vitor Hugo.

Zagueiros: Vinícius, Breno, Carciano, Danilo, Diogo.

Laterais-esquerdo: Hipólito, Thiago.

Volantes: Gustavo, Kauê, Paranhos, Ralph, Thomás.

Meias: Allan Dias, Daniel Penha, Klysman, Thalis.

Atacantes: Bádio, Bruno Mineiro, Bruno Rocha, Thiaguinho, Eduardo, Igor Oliveira, João Vitor, Ribeiro. 

Treinador: Diogo Giacomini.

O Coimbra estreia no Campeonato Mineiro 2020 na terça-feira (21), às 20h, contra a URT, na Arena Independência, em Belo Horizonte.

Leia também: Especial Campeonato Mineiro 2020: Uberlândia, o alviverde do Triângulo Mineiro

Comentários do Facebook
Participe gratuitamente do nosso grupo de notícias no Telegram -> ENTRAR.
você pode gostar também