Shakes emagrecedores: Perda de peso rápida, mas não saudável

Por

Shakes emagrecedores: Perda de peso rápida, mas não saudável

Arte: Mais Minas

O desejo pelo emagrecimento está muitas vezes associado à vontade de que este ocorra de forma rápida. O consumo de shakes de emagrecimento é hábito bastante recorrente quando se tem esse objetivo.

O shake emagrecedor consiste de bebida industrializada de baixa caloria que tem como proposta ser consumido em substituição a uma refeição.

O emagrecimento só ocorre quando o número de calorias ingeridas é menor que as calorias que são gastas ao longo do dia, portanto, a substituição de refeições por shakes pode proporcionar um emagrecimento rápido, porém, a perda de peso observada pode acontecer em decorrência  de depleção muscular e não necessariamente de gordura, o que não é uma perda de peso interessante.

++ Jejum Intermitente funciona? Depende pra quem!

Os shakes têm menos calorias, mas não têm gordura, proteína, vitaminas nem fibras suficientes para a manutenção das funções do organismo, dessa forma pode-se dizer que eles podem sim ser utilizados ocasionalmente, como complemento de uma alimentação equilibrada, mas apenas em caso de haver uma recomendação  por profissionais de saúde e nunca por conta própria, ou deliberadamente em detrimento de refeições  como almoço e jantar, por exemplo.

Do ponto de vista nutricional uma refeição completa contém os nutrientes necessários para uma vida saudável, como vitaminas, proteínas de alto valor biológico, gorduras e fibras na quantidade recomendada para cada indivíduo, o que não é possível de se obter por meio de shakes, dessa forma ocorre uma perda de peso com concomitante deficiência nutricional.

++ Dietas Detox: Eficiência ou Marketing?

Além de  não serem nutricionalmente equilibrados os shakes ainda possuem em sua composição aditivos químicos, como os corantes, os quais podem sobrecarregar o fígado. Deve-se considerar ainda o fato de que ao aderir a essa estratégia de emagrecimento não ocorre mudança do comportamento alimentar e dessa forma todo o peso perdido rapidamente  pode ser recuperado também de forma rápida

Para as gestantes,  o desaconselhamento da substituição de refeições  é ainda maior, pois como o  bebê está em desenvolvimento, todos os nutrientes necessários são fornecidos pela mãe, sendo assim, caso ocorra o consumo de shakes em substituição a refeições pode faltar nutrientes como ferro e ácido fólico, o que pode prejudicar a formação do feto.

Resumindo, as dietas de emagrecimento baseadas no consumo de shakes não funcionam em médio e longo prazo, dessa forma a melhor alternativa para um emagrecimento saudável e permanente ao longo do tempo é a alimentação saudável aliada a prática regular de exercícios  físicos e à certeza de que não existem dietas milagrosas.

Postado em 23 de janeiro de 2019