Tarifa do Metrô de BH sofre reajuste neste domingo (8)

Por

A tarifa do metrô de Belo Horizonte teve seu terceiro reajuste consecutivo neste domingo (8), passando a ser cobrada de R$ 2,90 para R$3,40, o que correponde a um aumento de R$ 0,50 por passagem. O reajuste deste domingo obedece a um cronograma estabelecido pela Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU).

De acordo com ele, em março de 2020 o valor a ser cobrado chegará a R$ 4,25. Além disso, as tarifas dos ônibus das linhas metropolitanas integradas ao metrô também terão aumento neste domingo.

Confira o cronograma de reajustes: 

5 de maio de 2019 – R$ 2,40

7 de julho de 2019 – R$ 2,90

8 de setembro de 2019 – R$ 3,40

3 de novembro de 2019 – R$ 3,70

5 de janeiro de 2020 – R$ 4

7 de março de 2020 – R$ 4,25

 

Reajustes das tarifas do metrô foram acertados em audiencia de conciliação 

Em uma audiência de conciliação realizada  pela Justiça Federal, em abril, na capital mineira, ficou definido que o aumento do valor das tarifas seria feito de forma escalonada, em seis vezes.  Dessa forma, os ajustes tiveram início em maio, quando o valor da viagem subiu de R$ 1,80 para R$ 2,40.  O fim dos ajustes se dará em março, quando o preço do tíquete chegará aos R$ 4,25, que correponde a um aumento de 136% em relação ao preço antes dos aumentos.

O reajuste da tarifa do metrô se tornou alvo de batalha judicial em maio de 2018, quando a Justiça em Belo Horizonte decidiu por proibir o aumento. Logo depois, a CBTU conseguiu reverter a decisão e, por entendimento do Superior Tribunal de Justiça (STJ),que determinou que Justiça Federal seria competente para avaliar o caso e antes de mandar o assunto para a esfera federal, derrubou a liminar que impedia o aumento.

No entanto, com a chegada do caso na Justiça Federal, uma nova decisão, ainda em novembro do ano passado, voltou a manter a passagem em R$ 1,80. Então,  a CBTU recorreu ao TRF em Brasília e obteve decisão favorável.

A Companhia alega que que há cerca de 13 anos não há alteração nas tarifas do metrô em Belo Horizonte,  por causa da política tarifária de governos anteriores.  Ainda segundo a  CBTU, se nao houver aumento o metrô pode parar.

 

Postado em 8 de setembro de 2019

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.