Afastamento de profissionais da Saúde com sintomas gripais altera atendimento em Mariana

A Secretaria de Saúde de Mariana precisou realizar alterações no atendimento de pacientes sob suspeita de coronavírus devido ao fato de alguns profissionais que atuam na linha de frente da Saúde estarem afastados da função por apresentarem sintomas gripais.

Sendo assim, quem precisar de atendimento no próximo domingo (23) deve, ao invés de se dirigir ao Hospital Monsenhor Horta, ir para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA-Policlínica Central), que fica na rua Wenceslau Braz, 461. A prefeitura informou que urgências e convênios continuam sendo atendidos no hospital.

A Covid-19 fez 14 vítimas fatais em Mariana, que foi uma das primeiras cidades da região acometida pelo novo vírus. Segundo o boletim epidemiológico de número 157, divulgado nesta quinta (19), 1.426 pessoas testaram positivo para o coronavírus na cidade histórica, por outro lado, 1.206 pessoas já se recuperaram.

Os leitos do Hospital Monsenhor Horta estão cem porcento ocupados. Assim como os dos treze leitos disponibilizados para pacientes moradores de Mariana, Ouro Preto e Itabirito na Santa Casa de Misericórdia de Ouro Preto.

O primeiro caso de coronavírus em Mariana, foi registrado no dia 19 de março. A cidade foi uma das primeiras do estado a ter que lidar com o vírus, ainda novo para o país. Até o momento pode-se considerar que o auge da contaminação na cidade se deu no mês de julho, contudo a guerra contra o coronavírus ainda não acabou para os marianenses.