NotíciasOuro PretoPolítica

Guarda Municipal desmancha tapete em homenagem a Marielle Franco, em Ouro Preto

Vídeo mostra agente da Guarda Municipal pisoteando serragem que formava imagem da vereadora assassinada no Rio de Janeiro. Imagens viralizaram na internet.

Com grande repercussão nacional, um vídeo que mostra um guarda municipal de Ouro Preto (MG) desmanchando com os pés um tapete de serragem em homenagem à vereadora assassinada no Rio de Janeiro, Marielle Franco (PSOL).

O caso está causando muita polêmica, especialmente nas redes sociais. Nas imagens, o guarda civil aparece pisoteando o rosto feito com serragem. As pessoas ao redor reagem protestando e gritando em nome da liberdade de expressão. O assunto entrou na lista dos trending topics do Twitter.

Em nota, a Prefeitura de Ouro Preto confirmou que o vídeo foi gravado na madrugada deste domingo de Páscoa, quando os tapetes são montados na cidade como parte da programação da semana santa. Pelo Instagram, a Guarda Municipal de Ouro Preto publicou uma resposta na qual defende a atuação do agente: “O Comando da Guarda Civil Municipal vem publicamente agradecer a todos que contribuíram direta e indiretamente para a gloriosa semana santa de Ouro Preto, em especial aos guardas, policiais que bravamente mantiveram a ordem do princípio ao fim. Quanto ao episódio onde os agentes municipais desmancham desenhos de cunho político, entre outros, que nenhuma relação possuem com os ‘tapetes devocionais’, informamos que a liberdade de expressão não é absoluta ainda mais quando outros direitos estão sendo afetados. O recado já foi dado em 2018, em 2019 não foi diferente. Respeitem Ouro Preto, nossa tradições”.

  Ouro Preto realiza cadastramento e levantamento para creche em 2020

De acordo com a Prefeitura de Ouro Preto, a Arquidiocese de Mariana recomendou que as pessoas fizessem tapetes com conteúdo religioso, relacionado à data, conforme áudio divulgado pelo cônego Luiz Carlos César Ferreira Carneiro em rádios locais. “No domingo da ressurreição, ao longo da história de Ouro Preto, então há mais de 300 anos usam-se os tapetes para que a procissão do santíssimo sacramento possa passar. O motivo, logicamente, é devocional. Nós temos de olhar para esses tapetes como um objeto devocional para prestar nossa homenagem a Jesus Cristo”.

Por último, a Prefeitura de Ouro Preto também informa que está preparando uma nota única sobre o tema contudo, sobre a atuação da Guarda Municipal, adianta que o “cônego Luiz Carlos César Ferreira Carneiro, do Santuário Nossa Senhora da Conceição, solicitou que apenas tapetes devocionais sejam confeccionados, pois é um momento religioso. Qualquer imagem que não seja devocional é falta de respeito às tradições ouro-pretanas centenárias”.

  Projeto de lei aprovado prevê gratuidade para deficientes físicos no transporte coletivo de Santa Bárbara

A prefeitura também informa que foram “distribuídos panfletos pela cidade e pousadas convidando a todos para a confecção dos tapetes e pedindo que a população e visitantes respeitassem a vontade da Diocese em promover apenas os desenhos com referência à religião católica, para que não precisassem ser apagados”.

Fechar