Sessenta e uma mortes por chuvas são confirmadas em Minas Gerais

O Tenente Coronel Flávio Godinho, da Defesa Civil, confirmou no inicio da noite desta sexta-feira (14) mais uma morte decorrente das chuvas em Minas Gerais. O número de vítimas fatais subiu para 61.

Segundo Godinho, Anderson Gomes, de 53 anos, morreu após ser atendido em uma área hospitalar. A vítima foi soterrada dentro de sua própria casa que fica em Juiz de Fora (MG). A estrutura da casa não resistiu aos temporais e desabou.

Ainda hoje a Defesa Civil também divulgou um novo boletim onde consta que o número de municípios que se encontram em situação de emergência, “agora são 213”, disse Godinho a imprensa.

Catas Altas, Ibirité, Muriaé, Orizânia e Taparuba decretaram situação de calamidade pública.

O número de pessoas desabrigadas é de 16.011. Já a quantidade desalojados é de 3.103, somatizando aos óbitos, o número de afetados pelas chuvas no estado de Minas Gerais é de 19.174 pessoas.

Ouro Preto

Choveu praticamente em todo o período da tarde em Ouro Preto. Na manhã da última quinta-feira (13), em companhia da Vale, o prefeito Julio Pimenta anunciou a remoção de 38 famílias que vivem nas imediações da barragem de Doutor, localizada em Antônio Pereira, distrito de Ouro Preto.

A evacuação da área acontece porque a barragem será descomissionada, e também por receio das autoridades competentes, Prefeitura e Defesa Civil, em decorrência de enchente no rio Tabuleiro.

De acordo com o Clima Tempo, o clima continua seguindo o mesmo comportamento de hoje. Neste sábado (15), a previsão é de Sol e aumento de nuvens de manhã e pancadas de chuva à tarde e à noite. A temperatura mínima será de 16º e máxima de 27º. Continua chovendo no domingo (16), os termômetros marcarão mínima de 16º  e máxima de 28º.

Mesmo com previsões de chuvas, o carnaval na cidade histórica está confirmado. O local onde a barragem se localiza fica á 40 quilômetros de Ouro Preto, “o carnaval está todo pronto, programado”, disse Julio Pimenta.