27.9 C
Belo Horizonte
terça-feira, 16 agosto 2022
Portal Mais MinasAgenda CulturalGrandes shows agitam Ouro Preto no mês de julho

Grandes shows agitam Ouro Preto no mês de julho

Os dias do mês de julho estão quase todos preenchidos por eventos culturais em Ouro Preto. O calendário da cidade marca shows de artistas de renome nacional.

Opções para a diversão é o que não faltará para este mês, que além de datar o aniversário da cidade, também será o momento de comemorar o aniversário do álbum “Clube da Esquina” e o retorno presencial do Festival de Inverno e do Marte Festival.

A sequência de eventos certamente colocará Ouro Preto de volta no roteiro dos turistas e movimenta a economia local, trazendo também lazer para os munícipes.

Comemorações com música, teatro e tecnologia, a chegada e ida dos artistas e equipes de produção entregam um ar especial ao momento mais que emocionante, devido a pandemia, que fez com que todo o setor cultural suspendesse suas atividades. Agora quem atua na economia criativa tem a oportunidade de voltar a trabalhar. 

Grandes shows em Ouro Preto 

Nomes importantes para a música nacional desembarcam na cidade histórica neste mês. Elba Ramalho, Beto Guedes, Almir Sater são alguns destaques. Saiba mais! 

Cinquenta anos de Clube da Esquina 

Ouro Preto volta para 1972, ano de lançamento do álbum “Clube da Esquina”, no início de julho.

O disco recebeu canções de compositores mineiros e Milton Nascimento (Rio de Janeiro) e tem grande relevância e participação na história da música brasileira. 

Com 50 anos de lançamento, o álbum tornou nomes da cena musical belo-horizontina conhecidos em todo o Brasil e internacionalmente por causa dos arranjos sonoros e belas poesias, trazendo contribuições e uma estética musical que até hoje influencia milhares de artistas.

Lô Borges, que assina as composições: Um Girassol da Cor do Seu Cabelo; Trem Azul; Paisagem da Janela; Quem Sabe Isso quer Dizer Amor; Clube da Esquina II e outras, abre a série de rememoração, se apresentando no dia 5 (terça-feira).

A segunda noite de comemoração dos 50 anos do álbum “Clube da Esquina” propõe um grande encontro para o público. Beto Guedes e Flávio Venturini tocam e cantam juntos no palco do Centro de Artes e Convenções da UFOP.

O encerramento será diferente, Paulinho Moska, que não participou do álbum, mas é um admirador da música mineira, homenageia o movimento musical em Ouro Preto.

Datas: 5, 6 e 7 de julho
Horário: 20h
Local: Estacionamento do Centro de Artes e Convenções da UFOP

311 anos de Ouro Preto

A cidade do século XXII, do ouro, da inconfidência, do barroco mineiro, da Arcádia mineira, também a da gravação do DVD do Skank ao vivo e a do Carnaval completa 311 anos no mês de julho, comemoração que não aconteceu durante dois anos decorrência do coronavírus e agora retornam com uma programação especial. 

Evento promovido pela Secretaria de Turismo, Indústria e Comércio, o aniversário de Ouro Preto é uma data importante para o município não apenas pela data em si, como também pelas famosas grades de programação que entregam shows marcantes para os moradores e visitantes.

Neste ano não será diferente. A festa vai começar no dia do aniversário da cidade, 8 de julho, e terminar somente no domingo,10. Veja a programação!

Sexta- feira – 8/07 

Ferrugem – a partir das 21h na Praça Tiradentes

Sábado – 9/07 

Desfile da Escola Samba Preto – às 15h no centro histórico 

50 anos de Bandalheira com desfile do bloco – 14h30 no centro histórico

Elba Ramalho – às 20h na Praça Tiradentes 

 Almir Sater – às 22h na Praça Tiradentes

Domingo – 10/07

Orquestra de Viola de Ouro Branco – às 17h na Praça Tiradentes 

Coral Cidade dos Profetas – às 20 h na Basílica Nossa Senhora do Pilar

Banda Congadar – às 21h na Praça Tiradentes 

Festival de Inverno em Ouro Preto 

Nesta edição do Festival de Inverno de Ouro Preto (ele se estende também às cidades Mariana e João Monlevade) a Pró Reitoria de Extensão priorizou as produções artísticas locais. O que não significa que tenha menos relevância. O SambaPretoChoroJazZ: Tributo à Chico Rei, exemplificando, é uma apresentação inserida no contexto do resgate da cultura brasileira, sendo importante para afirmação artística brasileira, visto que a história de Chico Rei se mescla com a criação do congado brasileiro que também se comunica com o jazz afro-americano. 

 
Vale ressaltar que além dos shows musicais abertos, com entrada gratuita e promovidos no estacionamento do Centro de Artes e Convenções da UFOP, existe a possibilidade de divulgação de shows fechados que acontecem no Bar do Festival. Confira todas as atrações já confirmadas no Festival de Inverno de Ouro Preto 2022!

Artes cênicas 

  • Ensaios para a Sedição
  • “As Histórias da Linguaruda”
  • Daquele naipe
  • GRIÔ: tambores, princesas e baobás
  • Causos de Brasêro
  • A lenda da cobra e do sapo e outras histórias
  • “Sobre a pele” (cênica e dança)

Música 

  • Forró de Bolso
  • Maracatrupe 
  • Luiza Gaião apresenta “PACÍFICO”
  • Interior – Música e Poesia
  • Seu Juvenal – Show de lançamento do álbum 5
  • Clássicos do Choro
  • SambaPretoChoroJazZ: Tributo à Chico Rei
  • Grupo de Percussão Bença Valentim
  • Acúrdigos 
  • Macávima – Brasilidades Tropicais
  • Barroco Jazz e o Cortejo Música Viva
  • A cena é noix 
  • Joseph Phillip
  • Apresentação musical 
  • Gudies – Musicalidade brasileira 
  • Show com Bonappart

Dias: entre 1 e 17 de junho.

Entradas: gratuitas e pagas.

Marte Festival 

Encerrando o mês de julho em grande estilo, o Marte Festival promete levar o que há de mais inovador dentro da música para Ouro Preto. No último domingo a produção do festival divulgou uma atração de peso. 

A baiana Agnes Nunes com seu timbre e estilo singular está confirmada no Marte. Ela que já se apresentou com Elza Soares, Seu Jorge, Sandra de Sá, Xamã, Tiago Iorc, entre outros, foi um fenômeno que surgiu nas redes sociais inicialmente. 

Nomes importantes na produção musical também fazem parte da programação desta próxima edição do Marte Festival, são eles: Pablo Bispo, Jullie Steffanine, Dani Ribas,Carol de Amar, Márcio Buzelin e Lalai Person. 

Com os recursos da Lei Estadual de Incentivo à Cultura, patrocínio da Claro, apoio do Grande Hotel e Sola das Oliveiras (ambos em Ouro Preto) e produção da UN Ultra, o evento fundado pelo produtor Barral Lima volta ao formato presencial na cidade histórica. 

Dias: entre 26 e 30 de julho
Local: Praça Tiradentes 

Você pode gostar também:

RECENTES

Veja também sobre: